13 de agosto de 2007

Aniversário



Sabem, aniversário sempre foi uma data interessante pra mim.
Quando criança, eu torcia para não cair em dia de semana, porque não suportava os bolos na escola...totalmente contrária a grande maioria.
Minha única festa de verdade, em casa, foi um fracasso. Eu, filha única, mais nova da rua, não podia brincar com os mais velhos e ninguém me conhecia direito naquela vila. Porém, como toda boca livre é bem vinda, todos apareceram em casa, dançando lambada e se juntando aos meus coleguinhas da escola. Coitados dos meus pais se esforçaram, mas não evitaram meu choro, sozinha, aos 6 anos, no banheiro, dizendo que ninguém alí era meu amigo. O meu grande amor nesta idade, era o galã da rua, ganhador de concursos de lambada e que com 13 ou 14 anos já tinha fama de ser "comedor" (até hoje não entendo isso...). Dancei com ele a festa toda, e depois ouvi dos amigos mais velhos que ele tinha dançado comigo porque minha mãe tinha oferecido à ele o resto do bolo de brigadeiro da festa. E com estas palavras, ele ficou com "pena de mim".
Depois disso, nunca mais quis festa com coleguinhas.
Só gente mais velha, ou seja, tios/primos/familia.
E todo ano era tudo sempre igual.
Depois, adolescente, não fazia festa com medo de ninguém ir.
E agora, depois de "velha", passei os ultimos anos indo para praia sozinha, ou comprando presentes em algum shopping que me ame.

Aniversário me deixava triste.
Neste ano, quando tudo mudou pra nem melhor, nem pior, só estranho, na minha vida, mal tenho o que comemorar. E não me venham com essas coisas de "graças a deus que tu é perfeita, tem 2 pernas, olhos, braços" que eu mando pra aquele lugar.
Uma coisa mudou essa data hoje. Uma pessoa nova, especial, me disse, em tom de graça, que devo ficar alegre, simplesmente pelo fato que, estatisticamente, as pessoas não morrem na data do seu aniversário. Praticamente um dia garantido. E eu achei graça. E devo passar este dia rindo da situação. Realmente não conheço alguém que tenha morrido na mesma data....rs

E hoje, aquele meu grande amor de infancia, descobriu-se gay e me fez entender a pena que ele sentiu de mim aquele dia....rs. E eu? Continuo a caminho de mais aniversários, seja lá pra que sirva isso...

Dizem que alguma comunidade deste mundo não festeja aniversários...(parece que os testemunhas de jeová tb não...deve ser por isso que eles são tão supimpas...), o motivo seria que não há motivos para se comemorar a vinda neste mundo...que seria o pagamento de uma penitência.

E eu não reclamo...não sofro no presente, não tenho mágoas do passado, nem medo do futuro. Não tenho grandes histórias de tragédias na minha vida, nem auges de glória...tudo muito morno. E como diz Nicotina:

"Me dê quente ou frio, por favor, morno eu vomito"

5 comentários:

  1. Então, hj, por favor, liga o aquecedor, vai pra rua, se acaba! Sem pensar no futuro, sem pensar no passado, e na vdade, sem pensar no presente tb, nao pensa, seja um vegetal que se diverte.

    ResponderExcluir
  2. uau!!
    Você me adicionou no orkut, legal eu já te aceitei e amei esse seu último post. Bom, eu gosto de comemorar meu aniversário porque as pessoas não sabem o que faz para te agradar pelo "seu dia" e a melhor parte: eu ganho presentes.
    A única coisa que eu não gosto é quando o pessoal reuni em volta do bolo para ficar cantando "parabéns a você" com cara de banana passada no açucar... é vergonhoso, não sei o porquê.
    Bom... posso por você nos meus "favoritos"?
    até mais!

    ResponderExcluir
  3. Lá vem a Palpite!ra... "E hoje, aquele meu grande amor de infancia, descobriu-se gay..". Quer presente melhor q esse?

    ResponderExcluir
  4. ah amigaaaaaaaaaa e o seu niver q vc passou aqui em casa????????? foi tao legal, tinha ate bolo e olha q eu nao te conhecia e nao sabia q era seu niver, o mulher previnida q eu sou, tudo bem q esquecemos de comer o bolo e nos acabamos num cachorro quente de itu, mas foi mó bacano ó!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores