17 de agosto de 2007

Feminismo, quem curte?



É a terceira vez em menos de 24hrs que assisto à comentários sobre a tal "revolução feminina", "independência da mulher" e essas coisas de quem queimava sutiãs beges em praça pública.
Num dos programas, a pauta era a encanação da mulher em estar "encalhada" (sim, este foi o termo...que me faz lembrar a baleia Orca, encalhada numa praia por aí). Todos foram unânimes em dizer que esta "independencia feminina" (olha só nosso termo outra vez..) é o que assusta, atrapalha, espanta e paralisa o homem.

Noutro programa, ainda hoje, vejo um iniciante escritor, separado, narrando com machismo a decadência do sexo masculino no papel de "homem da relação" e a "revolução das mulheres" (olha aí outro termo de novo) que estão à frente dos relacionamentos.

Por fim, em meu filme predileto que ninguém gosta, a mocinha diz que o feminismo foi inventado por alguém machista, que queria as mulheres mais liberais, para comer todas elas...

Ao tentar pensar sobre o tema, confesso que não chego a lugar algum...(calma, não desistam de mim ainda...). Não chego, porque não vejo dessa forma toda esta mudança.

Desde que o mundo existe, mulheres querem homens que façam a caça, sejam fortes, tenham ombros largos e poder de decisão. E, homens querem que mulheres cuidem bem do lar, sejam fiéis, dama na sociedade e puta na cama.

Vejam só, não sou feminista, muito menos machista. Rótulos não servem para seres humanos (por menos que possam parecer humanos). O grande problema que vejo é simples. Os homens não estão trazendo mais a caça. Isso faz a mulher se decepcionar. As mulheres não estão sendo mais fiéis e damas para sociedade. Isso faz o homem se perder. E o resultado, é uma inversão de papeis que arruína qualquer relação.

Aí vem você, formada em qualquer faculdade da moda, fazendo pós, linda e loira, academia, com carro zero, chorando por estar encalhada...E me pergunta, porque? Porque, paquita, não é isso que ele procura. Tudo isso é por você (e sim, continue fazendo...maior apoio gata!), não por ele.
Ele mesmo, só procura o resultado disso tudo, a cultura para uma conversa de até 15minutos, a aparência para se orgulhar e a dignidade de não traí-lo. Homens precisam se sentir útil...mesmo quando não o são. E mulheres, precisam se sentir únicas...mesmo quando não o são.

E não adianta...o homem da sua vida não estará na pista de dança te chamando de gatinha. Por favor meninas, deêm mais atenção àquele moço que gosta de coisas simples e parem de idealizar o homem perfeito, mesmo porque, se quiser casar com Deus, vire freira.

E não adianta...a mulher da sua vida não estará na parede da balada beijando você. Por favor meninos, parem de olhar as bundas e deêm mais atenção àquela moça que compra o jornal todo dia, ao lado do seu prédio.

ok ok...fim...o machismo feminismo me irrita mesmo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores