23 de dezembro de 2007

Lei da Atração: Capítulo 1. Dos esquisitos e afins - by Cafeína

Papai do Céu, eu sou uma mocinha grandinha que faz tudo para ser bacana na vida. Aceito ir à festinhas de empresas alheias (como neste post da Nicotina abaixo), divirto-me em um oceano de gente chata, feia, boba e burra, mas vamos lá, quantos sonhos em sonhos acordam aterrados onde à terrores noturnos minha alma se leva (como diria Lobão) não é?

Consigo conversas impagáveis como com o Lázaro Ramos cover lá da festa, a qual consegui até uma gravação que, devido ao barulho ambiente não saiu ouvível e por consequência impublicável. Lázaro se aproximou com a desculpa de ter achado meu celular batuta! De terno e gravada vermelha discorreu em minutos suas experiências em Londres, seu inglês fluente e sua admiração pela minha pessoa inventada. Inventei pra ele que eu era professora experiente em línguas e vivia independente por São Paulo. Em segundos fomos grandes amigos, em minutos nunca mais o vi.

Lá fora da festa, enquanto as amigas discutiam a abstinência etílica e a posição da Lua sob o ponto de vista do dragão de São Jorge, um moço de boa dicção pede pra sentar ao meu lado. Peço desculpas pela fumaça do cigarro e ele responde misteriosamente: "Relaxa, só as fumaças dos caminhões me incomodam". Ahhhhhh tá. (hum???). Numa festa de corretores, ele foi dizer que não dava pra um bom corretor. Oportunidade para eu inventar 345 piadas infames por minuto durante a conversa. Na verdade ela era bom em fazer maquetes. Amante de ferrovias e acabou de comprar uma cobertura em São Paulo com o pé direito alto, de 75m quadrados pelo valor de 50mil reais.

Como eu sei tudo isso? Porque foi o assunto da conversa. Super proveitosa. Nicotina tinha ataques de nauseas do lado e pediu pra sair. Nada como um sorriso burro e paranóico para não perceber a velocidade terrível da queda. Voltamos pra casa.

Impossibilitada de me acompanhar num réga bófe até de manhã, Nicotina ficou em casa e eu fui, sim eu fui porque sabia que teria um colega por lá. Quando estaciono sou abordada por um grupo de machos que queríam ser meus amigos. O alcool é uma benção não? Até que meu pretendente no grupo se apresenta como famoso produtor musical e me entrega seu cartão, que eu FAÇO QUESTÃO DE SCANNEAR E POSTAR. Pelo amor de Deus alguém veja isso!! Piada pronta é o que há:


Adoro este meu dom para atrair gente esquisita. Mas o filho de Mickey com o Waldik está na lista dos TOP 5 da minha vida. Por favor, três vivas para São Paulo e eu: VIVA! VIVA! VIVA!

Encontrei o colega, tomamos Minalba o resto da noite e quando volto, uma premiAção. Arrombaram meu carro. A minha calma para ver o que tinha acontecido foi assustadora. Afinal não tinha nada furtável lá dentro, o que realmente não aconteceu. Tudo remexido e nada levado. Até as moedinhas do cinzeiro ficaram. Só o prejuízo da porta forçada pra fora. Alguém sabe como se conserta a porta agora?

Pois é Papai do Céu, eu faço tudo para ser uma pessoa bacana nessa vida. Mas tu, óh Fudedor Divino, fazes de tudo pra provar que não morres de amores por mim, óh Poderoso Ferrador. Portanto, declaro para quem não posso interessar, que gostaria que seu filho, o aniversariante da semana, faleça pregado e semi-nu, em praça pública, com espinhos nos córneos, e só pra sacanear, estarei na primeira fila, em poderosos decibéis, rezando para que seja uma dor demorada e cruel.

Que o Senhor esteja convosco.
Amém.

10 comentários:

  1. WALMICK SORIANO???? What the fuck???? Por que será que eu não consigo associar uma cara digamos, apresentável, à este nome...
    hahahahahahahahahhahahahhaa!

    Nunca conheci ninguém que se incomoda apenas com fumaça de caminhões. Tipo que se queimarem toneladas de pneu perto dele, tá tudo bem, é isso??

    Aliás, lamento pela porta do carro. A Márci talvez possa te ajudar, ela teve probleminhas básicos com o poisé dela tb por esses dias...

    e desejar que o Senhor esteja com o Senhor é, no mínimo, paradoxo!

    \o/

    Feliz Natal, mujer! Se benze, viu filha!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!

    ResponderExcluir
  2. people are strange....
    e concordo sobre o filho do the boss

    ResponderExcluir
  3. Walmick ? pelamooor...

    É colega...se benze ! E pra consertar a porta, bem...tem que ir ao funileiro...o meu eu levei no Dr. Diê...ali na região da Lapa...rsrs

    ResponderExcluir
  4. Comentar o quê, depois de uma história dessas???

    E eu usaria Walmick Jagger, se fosse ele...

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkk...
    O Waldick (original) é parente de uma prima minha.
    Quer que eu lhe apresente ele depois?
    BEijos.

    ResponderExcluir
  6. Caramba, porque será que só no maldito natal eu encontrei esse blog pra ler? Muito bom.
    Nota jazz!

    (rindo até agora)

    ResponderExcluir
  7. bom amiga eu disse a Nicotina que era uma festa estranha com gente esquisita, mas na boa as fotinhas de "vaca bumba" salvaram a noite...

    ResponderExcluir
  8. O que seria de certos "pseudos-jornalistazinhos" se não existissem estas, digamos, "pessoinhas estranhas não é mesmo??

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores