19 de novembro de 2008

Crescer?

Engraçado como a idade nos faz sentir de forma diferente.

Quando passei por isso há quase 10 anos, eu achava que o mundo iria acabar. Que eu teria um fulminante infarto de tanto chorar. Que o que eu sentia dentro de mim era como um veneno forte que estava me matando minuto a minuto. A inexperiência mostrava que eu poderia ter ilusões e esperanças a cada olhar de carinho que eu inventava enxergar. E dias depois, nada sobraria.

Hoje, a dor é tão forte quanto. Porém, eu sei que o mundo não acabará por isso. Infelizmente talvez. Eu sei que nada nem ninguém vai perder segundos para sentir o que se passa dentro de mim. A experiência me mostra que não há mais ilusões nem esperanças no reino da pilula vermelha. Só há o momento presente e haverá o amanhã, seja como for.

Ontem, quando estava naquele degrau frente a areia, um mar salgado aos meus pés, um frio de 8C, todas as estrelas do mundo acima e um silêncio que cortava cada músculo do meu corpo, eu perdia o ar, afogava essa dor enquanto a água salgada do mar caia dos meus olhos, soluçava de medo, frio e desgosto e tudo que eu tinha era o colo da louca esquizofrenia.

A garrafa de vinho barato, a fumaça do frio e do alcatrão, aquelas luzes no horizonte mostrando que o mundo ficou escondido pelo mar. Enquanto ele me protegia do mundo. Longe de tudo, menos de mim. Não há como fugir de mim. Resta a resignação.

Aceito a dose de morfina como presente da natureza, já não sinto o frio, volto a anestésica sensação que tudo será como antes, e nada, nada fará com que isso mude.

É como jogar qualquer brincadeira de azar contra a Casa. A Casa sempre ganha...

9 comentários:

  1. Belo Texto
    um dos mais Belos q já li em Vida e olha q já li mta coisa hein


    Agora... qto ao "...volto a anestésica sensação que tudo será como antes, e nada, nada fará com que isso mude."

    Fala a verdade, C até curte uma auto-piedade, uma depressãozinha né...

    Só me resta lembrar a frase proferida por D.Rumsfeld ( o q prova tb q Todos Canalhas ou Não temos nossos momentos sublimes ):

    "Há coisas q sabemos, coisas q sabemos q Não sabemos e coisas q não sabemos q não sabemos"

    ResponderExcluir
  2. Por isso que eu escolhi tomar a pilula azul (não é o viagra -.-')

    ResponderExcluir
  3. Eeeeeeeeu diria o seguinte: gosto da minha bolha, e não deixo que nada nem ninguém entre aqui.

    Prefiro a solidão, justamente pra não ter que dividir essa dor com nada nem ninguém que se achega dizendo que vai fazê-la diminuir.

    Zuado, mas... ahn... é assim!

    ResponderExcluir
  4. Me identifiquei bastante. Imagino como você se sente. =)
    Força pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Eiiii o q há? Depois do texto até mandei um e-mai e vc nem respondeu o negocio tah feio fia?! Pq não liga hein???? Responde ao menos o e-mail pq c fica triste fico tb... amo-lha...
    Borboleta da terra do nunca;;;

    ResponderExcluir
  6. Eiiii o q há? Depois do texto até mandei um e-mai e vc nem respondeu o negocio tah feio fia?! Pq não liga hein???? Responde ao menos o e-mail pq c fica triste fico tb... amo-lha...
    Borboleta da terra do nunca;;;

    ResponderExcluir
  7. a vida é um jogo.
    ja diza charlie brown.

    ResponderExcluir
  8. [url=http://community.bsu.edu/members/buy+online+Viagra.aspx]buy Viagra online overnight[/url]

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores