23 de novembro de 2008

Dito e redito por não dito

Pois É

Antonio Carlos Jobim / Chico Buarque

Pois é
Fica o dito e redito por não dito
É difícil dizer que inda é bonito
Cantar o que me restou de ti

Taí
nosso mais-que-perfeito está desfeito
E o que me parecia tão direito
Caiu desse jeito sem perdão

Então
disfarçar minha dor já não consigo
Dizer que nós somos bons amigos
É muita mentira para mim

E enfim
hoje na solidão ainda custo
A entender como o amor foi tão injusto
pra quem só lhe foi dedicação

Pois é, e então.

4 comentários:

  1. É, dor de cotovelo não é mole não.

    ResponderExcluir
  2. Adorei que vc passou por lá !!!kkkkk

    Amo seus textos e seu humor !!!

    Beijoooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. Adorei o seu blog! Vou ler mais e mais, porque agora só deu pra ler alguns posts e eu tenho que correr.

    Beijo pra ti!

    PS: Qualquer coisa, dá uma chegadinha lá no meu: http://alessandrodepaula.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Você é de Sampa, Cafeína? Legal!

    Então venha, que será muito bem-vinda. E espero que goste do que verá. :D

    Beijãoooooooo!

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores