19 de dezembro de 2008

Festa da Empresa? Você é capaz!

Estamos a 5 dias do Natal e isso quer dizer muita coisa.

Quer dizer que o trânsito está caótico, ou as pessoas estão correndo pelos presentes, ou as pessoas estão parando o carro no meio da rua para ver as luzinhas de natal da avenida, ou as pessoas estão alcoolizadas pelos happy hours mais intensos e/ou festas da empresa/escritório.

Pois bem, geralmente é inevitável marcar presença nestes eventos. Ainda mais se rolar um amigo secreto entre os empregados que se 'amaram' o ano todo. Falta o deixará com fama de anti-social. Caso você seja casado (a) essa é uma ótima desculpa. Nem ligue pela fama de "dominado(a)" que terá depois. Acredite, melhor de dominado do que fama "daquele que gorfou no diretor técnico".
Não beba mais de 2 copos de qualquer coisa alcoolica. Sério, este é o limite. Observe como as pessoas vão se alterando com o decorrer do evento. Menos você, impávido e colosso! Ria junto deles, mas não se junte a eles.

Permaneça sempre com o mesmo copo na mão. Principalmente se for o gerente ou qualquer outro cargo de liderança. Já presenciei verdadeiros motins de subalternos que colocaram Lactopurga na água do patrão. Seja ligeiro, que serás respeitado.
Não leve seu namorado(a)/marido/mulher/ficante etc, nestes eventos. Eles dão muitos palpites, ficam perdidos, sentem ciúmes daquela secretária que só usa saia e fala "ooooi..." e pior, eles podem beber e falar de você no banheiro. E pior ainda? Falar que você também odeia o Sr. Elias, chefe do departamento, justamente para mulher dele. Vá só e vá de aliança, mesmo que não a tenha. Isso lhe tratá mais respeito e evitará problemas como um amasso rápido nas escadas com o office boy ou a filha do seu patrão. Nada bom para sua imagem.

Não fale alto, não chame atenção. Isso é bom só às vezes, mas nestas horas não. Imagina durante o ano, o marido da sua patroa lembrar de você como "Ah, lógico que eu lembro daquela doidinha que falava sem parar/alto na festa? Vai promove-la? Por que?".

Você tem colegas no trabalho? Que bacana! Confia nelas? Que burra! Não confie em ninguém no trabalho. Eu disse ninguém! "Ah, Cafeína, mas o porteiro Zé é tão supimpa" . Sim, ele é supimpa, até seu chefe mandar você ficar na portaria no lugar dele por um dia, ou até você reclamar que não anda recebendo as correspondências... Colegas de trabalho são colegas de trabalho. Bem definiu o patrão de todas, Silvio Santos, que as chamam de colegas de trabalho mas não dá confiança para nenhuma do auditório frequentar a casa dele. Assim que é.

O patrão é unanimidade? Todos o abominam! Poxa, que cara chato não? Você também? E que tal guardar isso para você? Por mais que os outros falem e reclamem o tempo todo do superior, se quiser agradar apenas ouça e emita sons monossilábicos como "éam, putz, pois é, então, é mesmo", nada além disso. Qualquer letra a mais e isso poderá ser uma pegadinha do Malandro do Chefe para te deixar desempregado no ano novo.


Enfim, essas festas são realmente dispensáveis, eu nunca gostei de frequentar, quando fui era por necessidade de me enturmar e agradar a patroa. E tentei me manter sóbria e calma. Afinal, ficar desempregado é bem pior...

Não é fácil, mas festa da empresa? Você é capaz!

update: Dicas do mundo corporativo? Andarilho nos traz e comenta os textos de Max
GEHRINGER.

3 comentários:

  1. Manda esse texto pro Max, quem sabe ele não lê lá na CBN...

    =)

    ResponderExcluir
  2. Eu acho sinceramente que esse seu post veio tarde demais.

    Dignidade é artigo de luxo, totalmente descartável.

    hauhuahuahuahuahuahuahuahuahuahua!!!

    ResponderExcluir
  3. D sem Luxo? Sem dúvida.

    Mas 'tá ao alcance d todos e... À qq Hora Dignidade é Imprescindível Ana P.

    Naaassa ...ói eu falando sério rs rs

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores