23 de abril de 2010

Dia Mundial do Livro: Os meus livros deste ano.

Não é segredo por aqui o quanto gosto de livros. Alguns para enfeitar na estante, outros para decorar a sala e muitos para ler. Poucos são para reler. E os livros são questão de gosto também. Tem gente que adora um romance imenso e cheio de problemas. Muitos gostam dos Best-Sellers (para worst-readers?) cheios de seqüências para filmes, outros de auto-ajuda (ou como poderiam se chamar: ajuda-alheia), policiais, didáticos, crônicas, suspense, terror, quadrinhos... são tantas opções.  Como sou uma mulher de fases, os meus gostos também têm mudado com o tempo. Na adolescência eu gostava muito dos romances longos e dos policiais da Agatha Christie, li todos e chorei pacas no último livro de Hercule Poirot (nome que eu lia, carinhosamente, como "poirróte"). Na fase da faculdade passei para os livros didáticos de Direito, sociologia e filosofia. E olha que eu gostava. Na minha biblioteca pessoal tenho livros bem variados devido a essa mudança toda de interesses, gostos e opiniões formadas sobre tudo. Por exemplo, bem aqui na minha frente tenho Assim Falou Zaratustra (Nietzsche), Namorados Imprestáveis (Jessie Jones), Comer, rezar, amar (Elizabeth Gilbert) e O Tigre Branco (Aravind Adiga), ou seja, um balaio de letras e idéias diferentes.

Este ano estou na fase de crônicas. Não sei se é o tempo ou o sono mas tenho preferido muito mais as histórias curtas. E textos sobre comportamento também (admito que até ando meio 'mulherzinha demais') Provavelmente tem a ver com o meu livro que é exatamente neste formato.  Aguardo comentários sobre o livro também!

Bem, e para homenagear o dia mundial do livro, faço uma listinha dos melhores livros que li este ano. Considerando que tenho lido um livro por semana, em média, coisas do ócio, até foi um pouco difícil de selecionar. Mas não precisa ser dia do livro, vocês sabem que sempre comento sobre eles por aqui. Vamos ao meu Top 5:

Luis Fernando Veríssimo
Crônicas e textos curtos de Veríssimo. Só a nata sobre o comportamento humano, os acontecimentos importantes ou não. Daqueles livros gostosos de ler em qualquer lugar, aprender algumas coisas com o bom humor do Veríssimo e grifar várias frases pra sair pensando e quem sabe usando por aí.




2- Minhas Queridas - Clarice Lispector
Este livro não é só mais um livro de Clarice. Ele contem 293 páginas de cartas que Clarice enviava para suas irmãs e sua familia toda no Brasil enquanto ela vivia no exterior. Combina aquela delícia de ler cartas  contando sobre o dia-a-dia dela, os medos, as alegrias, os segredinhos entre elas, o mau humor, o amor e a saudade. Só fiquei imaginando aqui com meus botões o que Clarice acharia de ver as cartas tão pessoais que ela enviava a familia sendo publicadas em livro. Eu, pessoalmente, não sei se gostaria. Mas né...

3 - Minha Fama de MauErasmo Carlos
Já até postei sobre este livro supimpa do Tremendão. 
O livro todo é rápido, cheio de histórias dos bastidores, opiniões, fotos e conversas com famosos. E o livro vem a ajudar na conclusão mais bacana de todas: Erasmo pode ter que manter aquela fama de mau, mas de mau ele não tinha e nem tem nada. Sem excessões, todos citam Erasmo como um cara bacana pacas. Ele é o segredo do reinado de Roberto. Realmente um livro indispensável pra quem gosta de história e de música. 
Mario Prata
Gosto muito, muito,muito mesmo dos textos do Mario Prata. Cheguei a enviar vários e-mails uma época pra ele naquela histeria toda trabalhada no fanatismo hehe. Bem, mas como todos os outros autores (inclusive iniciantes) que tentei contato para parabenizar do livro, ele não me respondeu nada até hoje. Nem ter descoberto que ele é primo de uma ex-cliente que me deixou traumatizada ofuscou o quanto gosto dele. Ou dos textos dele, melhor assim. Ótimo livro.
Leandro Narloch
Neste livro o Narloch conseguiu uma linguagem mais informal para contar as verdades (ou mentiras?) sobre a história do nosso país. Fatos curiosos e que batem de frente com tudo que 'aprendemos' na escola sobre os Índios (eles não eram tão inocentes assim?), os Negros escravos (também nem tão inocentes assim), os escritores, o samba, a guerra do Paraguai, Aleijadinho (será que ele existiu mesmo?), o Acre, Santos Dumont e os Comunistas. Tudo baseado em pesquisas e documentos reais. Pra quem gosta de contestar na mesa do bar ou até mesmo se interessa pelo assunto é um prato cheio.


Só para não deixar de comentar, fica aqui, é claro, o meu livro como dica de histórias curtas e textos rápidos para ler! E agradecer a montagem que o Mau do Site do Mau fez com a capa do meu livro. Gostei tanto que vou usá-la aqui no blog também. E outros inúmeros colegas que postaram e tuitaram o link. E mais de meia dúzia de amigos que já compraram o livro, incluindo eu mesma hehe. Obrigada pacas queridos. 

Para comprar, clique aqui.

obs: "A quantidade não faz qualidade. Uma pessoa pode ler um ou mais livros por dia e mesmo assim mal saber ler ou escrever, mal saber falar ou argumentar, mal entender ou interpretar. A única coisa que uma pessoa ganha lendo demais e entendendo pouco é uma miopia progressiva. No sentido real e no sentido figurado."

2 comentários:

  1. E eu ando numa fase mais teen de livros. Esse mês comprei todos os Harry Potter, por exemplo.

    Por isso tb vou deixar pra comprar o livro da Cafê mês que vem, porque convenhamos, o orçamento é limitado.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou mais ou menos assim como tu: tenho fases de leituras e leio o que quero e gosto naquele momento, sem rótulos. Na biblioteca particular (com carimbo e tudo!) tem de tudo um pouco.

    Atualmente, devo estar lendo uns 4 ou 5 ao mesmo tempo, sendo que metade são livros de Jornalismo/Comunicação.

    Gostei das dicas de livro, e esse do Erasmo eu tô namorando há tempos. Assim que tiver uma graninha compro levo o Erasmo e a 'Bebendo' pra casa. =]

    beijinho

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores