22 de maio de 2010

Desmistificando Arquétipos: WTF é Medusa?


A famosa Medusa (a ladina) que todo mundo sabe a cara mas não sabe a história tinha 2 irmãs e era filha de um casal de deuses do mar (tipo Iemanjá Grega), bela donzela, "a aspiração ciumenta de muitos pretendentes" e sacerdotisa do templo de Atena (sim, ela fazia parte das gordinhas sexy deusas de Atena). No entanto, Medusa antes de ser deusa era mulher então como todas as mulheres, ela fazia umas cagadas fortes bobagens vez ou outra. Uma dessas ciladas foi ter dado corda pra Posídon, menos conhecido como comedor de deusas de Atena "Senhor dos Mares". Deu tanta corda que o todo-poderoso Posídon não aguentou e foi pra cima. Algumas literaturas dizem que ela o queria outras que ela foi estuprada. Eu acredito que ela deu corda demais e depois não aguentou o barco (barco, mares, hein, entenderam? tá...). 

Visão machista à parte, só sei que depois de ter entregado o ouro para o Sr. Posídon, A Atena (olha, ela foi gerada por Zeus, aquele cara que eu sou fã e já comentei por aqui, ela só podia ser Diva mesmo), dona do meretrício, surtou, fez aloka , saiu correndo pelo Templo gritando "eu nunca te amei, idiota", rasgou os bilhetinhos e as fotos, parou de ler o horóscopo do cara e por fim, transformou o lindo cabelo da Medusa em serpentes e deixou seu rosto tão medonho que qualquer mala que olhasse pra ela viraria pedra. É, em matéria de macumba, Atena é a sabedoria em pessoa, digo, em deusa. ela conseguiu nos superar, amigas. Pior? Medusa virou mortal. Pior ainda? Ela estava grávida do cara. Mais ainda pior? Sobrou pras 2 irmãs da Medusa também, todas ficaram igual a ela.

Medusa e suas irmãs foram morar em uma caverna, no extremo ocidente da Grécia. Diz a lenda que em volta dessa caverna, existiam inúmeras estátuas de homens e animais petrificados. As irmãs monstrengas tocavam o terror em toda Grécia! "Ai socorro, as irmãs barangas que transformam a gente em pedra", gritavam. Elas incomodaram tanto que surgiu um rei maluco chamado Polidectes que mandou o enteado Perseu (filho de Zeus também), cortar a cabeça de Medusa, caso contrário ele estupraria sua mãe, Dânae. E por livre e espontânea pressão, lá foi o Perseu...

Atena (que já entendemos que é a deusa da sabedoria e curte foder atrasar a vida dos outros) ofereceu ajuda ao moleque Perseu e falou "Moleque, tenho umas tranqueiras que tirei lá do Harry Potter que são supimpas, tó procê". O moleque ganhou um elmo que o tornava invisível, sandálias aladas, um alforje chamado quíbisis (para transportar a cabeça da Medusa), e um escudo de bronze brilhante para que ele pudesse enfrentar Medusa e suas irmãs.

Aí ficou mamão com açúcar né? Perseu tava invisível voando com as sandálias, como não podia olhar pra as barangas aproveitou quando elas estavam dormindo, mirou a cabeça de cobra da Medusa pelo reflexo do escudo e decapitou a moça que deu errado na vida. Quando Perseu separou a cabeça da Medusa de seu pescoço, duas criaturas nasceram: o cavalo alado Pégaso (assistiram Hércules e Cavaleiros do Zodíaco?) e o gigante dourado Crisaor. (tá, eu sei, Harry Potter demais isso...). Ainda invisível, o moleque levou a cabeça da Medonhusa para a Diva Atena que satisfeita grudou no seu escudo, Aegis, para lhe trazer "proteção".

Até hoje a imagem da Medusa é usada para proteger, diz a lenda que tudo de ameaçador que passar pela imagem será petrificado também. Foi usada até pelas mais feministas como símbolo de fúria e poder. Depois dessa, recomendo fortemente meu post sobre a história de Afrodite.

consultei aqui, aqui e uns livros aí...


Dedico este post para a Dani



(maior trabalho neste post, mereço um comentário né?)

5 comentários:

  1. Olha aí, o bebendo também é cultura!

    ResponderExcluir
  2. O post foi tão bom que merece até comentário!! Ainda to assimilando .. hauahuahau ...

    ResponderExcluir
  3. Tá aproveitando o hype do filme Fúria de Titãs? Huahuahu

    ResponderExcluir
  4. Pô, deu inté vontade d ser um megahyper produtor hollywoodiano pra bancar essa versão Medusa d ser. Acho até pelo Ibope d ser 1 versão diferente dessa estória ( ao menos do q se costuma ver no cinema ), a "da perdedora", regada à humor e c/uma Atena pra lá d histérica e mimada, seria por si só um belo marketing pra se jogar na mídia, enfim...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, muito bom o texto!! Uma visão bem interessante da história da Medusa... rsrs
    E as palavras "riscadas" foram as melhores haha...

    Beijão

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores