1 de junho de 2010

Um abajur cor-de-carne, um fuzil azul...


Fontes Lancenet e Foto daqui.

Sério, isso não é um Agente, isso é um standuper ! Incrível a associação que ele arrumou do fuzil com o abajur. Dá até pra fazer o jogo dos 7 erros. Sou péssima em photoshop mas até tentei colocar o abajur em cima do fuzil pra ficar bacana rs. Se bem que faz sentido, ambos quando acendem iluminam todo o ambiente não é? (meu momento standuper também ué)

10 comentários:

  1. Ahan Cláudia.. Senta lá... hauhauau

    ResponderExcluir
  2. Não critique antes de saber toda a verdade. realmente a arma dourada é parte de um abajur italiano, e por sinal muito caro, já a arma que o adriano esta segurando, é un fuzil de paintbal. Antes de criticar, certifique-se se não está cometendo um erro grava.
    Bom dia !!!

    ResponderExcluir
  3. não critiquei, Altieres, eu achei muito engraçado, só isso, e além do mais, eu amo abajures! Abs

    ResponderExcluir
  4. É o tal "dar de louco" ou numa versão mais atual, "aloca" rs.
    Quando a verdade tá na cara, faz "aloca" que tá tudo bem.

    ResponderExcluir
  5. Olha,
    auto-sabotagem ( por possíveis n motivos ) à parte;
    mtas atitudes q tomamos na prática, apesar d incompatíveis c/os valores doutrinados à maioria, q na Teoria, na aparente superfície, seriam os valores q ditariam ( ou q todos idealizam p/) o funcionamento das sociedades; estão em perfeita sincronia c/a Prática funcional destes mesmos grupamentos humanos.

    Assim, d fora é difícil pra não dizer quase impossível dizer até onde ou pq vai o consciente ou inconsciente ( coletivo e individual ) em certas atitudes coletivas e individuais.

    Pra qq um q ao longo do tempo não tenha tido sua capacidade d análise limitada pela doutrinação d anos d exposição à doutrinação seja da mídia, seja do sistema oficial d adestramento, dito educacional, e q tenha d um modo ou outro preservado/desenvolvido uma visão mais ampla das sociedades humanas e da História em geral; certas, pra não dizer todas atitudes podem ser explicadas embora ( como mtos saibam, é bom lembrar ) Não evitadas c/um pé nas costas.

    Um outro ( ou quem sabe até o mesmo ) assessor, por ex., podia ter elaborado uma explicação sociológica a la Hobsbawm ( vide por ex. deste autor o livro "Bandidos", em especial o capítulo "A economia e a política do banditismo" ), entre outras, no entanto, não teria nem d longe a graça dessa tosquice do ...Abajur

    Táqueopariu viu, ou o cara é mucho bão Ou... quem precisa d inimigos..

    ResponderExcluir
  6. Ah! como ele é uma pessoa pública fica fácil ficar tirando ele pra traficante, usúario e tudo mais. Mas eu acredito que isso tudo não passa de intriga da oposição. Hoje em dia a coisa mais fácil a se fazer é usar o photoshop. Não fizeram a Suzana Vieira ficar com um corpão só de maiô? Então porque não colocariam uma arma na mão dele e do amigo --'
    acho melhor vc deixar esse assunto baixo ;)

    ResponderExcluir
  7. Nos dias de hoje é fácil falar que tudo é montagem, tudo é fake e sempre alguem que quer ferrar alguem. Vai dizer também que a sigla que ele fez com a mão com as letras C e V é porque ele ama a cruz vermelha? Ela não apareceu na foto mas na original a sigla está lá e aí qm explica?

    To contigo Cafeína!

    Rodox.

    ResponderExcluir
  8. Eu imagino o inferno que deve ser trabalhar como agente dessas celebridades criadoras de caso. Você ter que ficar justificando o injustificado...

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Justificar o injustificável...
    Q é isso,
    nda q um estágiozin em Telaviv por ex. não resolva
    Kkkkkk

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores