5 de julho de 2010

Música romântica deixa mulheres mais “facinhas”

Mulheres, fiquem ligadas. E homens: aproveitem! Uma equipe de psicólogos franceses (das universidades de Paris e de Brittany) reuniu 87 mulheres solteiras, entre 18 e 20 anos, para um experimento bem dos maliciosos (brincadeira, é superválido): será que uma trilha-sonora romântica deixaria as moças mais propensas a cair na cantada de um desconhecido? Primeiro, as voluntárias (que achavam estar participando de uma pesquisa de marketing) passaram cinco minutos em uma sala de espera ouvindo: a) uma balada romântica (Je L’aime a Mourir, do francês Francis Cabrel) ou b) uma canção neutra (L’heure du The, de Vincent Delerm). Depois iam para outra sala, onde discutiam as diferenças entre duas marcas de biscoito (tudo fictício) com um entrevistador de 20 anos (descrito como “normal” – ou seja, nem especialmente bonito, nem feio). Eis que, no fim do papo, ele jogava a cantada: “Meu nome é Antoine, como você já sabe. Gostei muito de você e estava pensando se você me daria o seu telefone. Eu te ligo e a gente pode sair para um drink na semana que vem”.  Só 28% das moças que ouviram a música neutra caiu no papo. Mas quase o dobro (52%) das que esperaram ouvindo a musiquinha romântica topou o encontro e passou o telefone. O efeito foi tão significativo que o estudo foi publicado no periódico Psychology of Music com o nome Love is in the air (sabe? migre.me/QYeG). Dá pra ver a íntegra do trabalho aqui.

Bem, isso muitos já sabiam, desde FabioJr até os mestres Barry White e Lionel Ritchie. "Na minha época" os mocinhos gravavam fitas com músicas românticas e dedicam músicas para as mocinhas. Porque ao contrário do que alguns podem pensar, quando ouvimos uma música romântica nós não pensamos no cantor e sim na pessoa que amamos nos falando o que a letra da música diz. E desde os primórdios até hoje em dia o homem já faz o que o macaco fazia... rs



3 comentários:

  1. Se homem é bobo de cair por um decote ou uma saia curta, a mulherada tb não fica atrás, huahauhuah.

    ResponderExcluir
  2. Sei não, eu tenho tanta desconfiança desses estudos comportamentais. E eu acho engraçado esse grupo de garotas que eles escolharem para servir de amostras. Eu acho que pessoas mais jovens são mais influenciáveis pelo romantismo, porque ainda não levaram tanta pancada da vida, não ?

    ResponderExcluir
  3. 2 ícones do canto aê
    Mas se existir algo auditivamente mais pateticamente broxante q cantor lírico tentando cantar pop como se estivesse na ópera favor me avisar

    ResponderExcluir

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores