10 de novembro de 2016

2016

Este ano.
Este ano eu quis morrer.
Quis que me matassem.
Este ano eu quis rezar,
implorar que me ressuscitassem.
Este ano eu quis matar,
com requintes de crueldade.
Este ano eu não acreditei,
tamanha crueldade.
Este eu exaltei,
a vontade de liberdade.
Este ano eu acreditei,
que nosso amor era de verdade,
Este ano eu apostei,
isso era uma adversidade.
Este ano eu pensei:
Talvez fosse uma dificuldade.
Este ano eu apostei:
Pode ser uma adversidade.
Este ano eu acreditei:
Isso é uma verdade.

Este ano.
Este ano.

Eu terminarei....

Sonhando com a felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senta aí, aceita um café e comenta o que achou. A política dos comentários é simples: Todos aceitos salvo caso fortuito ou força maior, isto é, minha vontade. Caso prefira, temos também nosso link para CONTATO lá em cima.
;-)

Seguidores